Seminário Dá pra Viver de Artes Visuais? Curadoria: Gabriela Carvalho e Luiz Lemos (Casa Camelo)

A pergunta que apresenta este seminário é recorrente nas mais diversas rodas de conversa entre artistas e estudantes de arte. Sabe-se que é possível viver de arte, afinal, artistas pagam contas, vão ao supermercado, tem filhos... Mas como viabilizar essa vivência?
Escutar as experiências de outros artistas, trocar informações com eles e, então, clarear o próprio horizonte é um método possível para a elucidação de algumas questões. Essa é a proposta deste seminário: levantar perspectivas diversas sobre a trajetória profissional de um artista visual.


Programação


Apresentação de Rafael RG.
Mesa 1: Formação, experiência, amadurecimento: a persistência no fazer.
Mesa 2: Artista etc.: as múltiplas faces da carreira de um artista.
Mesa 3: O jovem artista na galeria de arte.
Convidados já confirmados: Rafael RG (SP), Randolpho Lamonier (BH), Gabriela Carvalho (Casa Camelo/BH), Camilla Rocha Campos (Capacete/RJ), Flora Leite (Ateliê 397/SP), Brígida Campbell (EBA/UFMG), Rodrigo Mitre (Periscópio/BH), Carolina Cordeiro (BH), ), Ana Luiza Fonseca (Feira Tijuana/SP), Ana Flávia Machado (FACE/UFMG).


Será fornecido certificado.


Inscrições gratuitas e limitadas pelo tel.: 31 3343-7317.


O Memorial Vale realiza este seminário em comemoração aos cinco anos do Edital do Memorial para jovens artistas mineiros.

Informações sobre o Evento

Início do evento 30/06/2018 - 10:00
Fim do evento 30/06/2018 - 18:00
Entrada Gratuito
Local Memorial Minas Gerais Vale

Location Map

Buscar evento

Junho   2024
D S T Q Q S S
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            
  • Visite Minas Gerais

    Viaje por Minas e encante-se com as belezas do nosso estado. Natureza, cultura, patrimônio, hospitalidade, cozinha mineira e muito mais você encontra aqui. Acesse o Portal Minas Gerais, conheça nossos atrativos, escolha o destino que mais combina com você e programe sua próxima viagem.

    • Ações em rede: em busca de soluções compartilhadas

      Articular ações em rede é um dos desafios permanentes do Circuito Liberdade. Tendo como ponto de partida a política estadual de cultura, a equipe do Circuito realiza projetos coletivos, que envolvem os diversos equipamentos culturais do complexo.

      O objetivo deste trabalho é ampliar os resultados das atividades e envolver novos grupos no desenvolvimento dos eventos. Em rede, as ações múltiplas e diversificadas alcançam um público maior, potencializam recursos e habilidades e também propiciam o aprendizado e o compartilhamento de soluções.

      Esta concepção, a partir de uma ótica de cooperação, é inerente ao projeto do Circuito Liberdade, que, sob a gestão da Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais, se articula com o espaço urbano e os grupos artísticos e populares da capital e do estado de Minas Gerais.

      As ações em rede do Circuito Liberdade são executadas incluindo, além de todos os espaços do projeto, diversos parceiros institucionais públicos e privados. Algumas ações em rede importantes realizadas pelo Circuito são a Primavera de Museu, Semana do Patrimônio, Luzes da Liberdade, entre outros.

      Leia mais

  • Rota Turística Cozinha Mineira

    Rota da cozinha mineira no Circuito Liberdade está localizada na região central da capital, abraçada pelos limites da Av do Contorno e abrigando alguns dos atrativos mais simbólicos do circuito cultural, como o Mercado Central e o Museu de Artes e Ofícios.

    Na rota, os pontos turísticos se unem a estabelecimentos privados que têm a cozinha mineira no seu DNA, criando caminhos e oportunidades de desfrutar nossos sabores aliados à cultura mineira a partir de diversos pontos distintos, mas conectados pela nossa paixão pela comida que é produzida em Minas. 

    Saiba mais aqui