Espaços do Circuito recebem urna para colher sugestões do público para o Observatório

O tema agora é escolhido pela população e o próximo encontro será no dia 21 de junho

Neste ano, o Observatório do Circuito Liberdade entra numa nova etapa. Os encontros continuam se concentrando na construção de políticas públicas de cultura para a cidade, mas agora a escolha dos temas é feita pelo público. Basta colocar uma sugestão na urna que está passando pelos espaços do Circuito Liberdade nas seguintes datas: até 29 de abril no Centro Cultural Banco do Brasil; de 30 de abril até 06 de maio, a urna estará na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais; em seguida, vai para o Memorial Minas Gerais Vale, onde permance de 07 até 13 de maio; e depois vai estar no Museu Mineiro, de 14 até 20 de maio. As sugestões também podem ser enviadas por e-mail, para o endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. O próximo Observatório acontece no dia 21 de junho.

Os temas que já foram debatidos são “Políticas Públicas (Trans) Culturais e a Arte como Meio de Transformação Social”, "Museus e Paisagens Culturais", "Espaços Culturais e Acessibilidades: Sentidos e Experiências" , "Carnaval de Rua - apropriação do espaço público”, "Trânsito e Mobilidade Urbana", "Recursos interativos para a promoção de bens culturais" e "Agenda 2030: cultura como oportunidade para o desenvolvimento sustentável”.

O Observatório do Circuito Liberdade é uma iniciativa do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG), que surgiu durante o “Seminário Estadual do Patrimônio Cultural: circuitos culturais e as cidades”, realizado em 2015. Os debates são abertos ao público e se mantém como um fórum permanente de discussões. A ideia é que os participantes - convidados e público - proponham uma reflexão sobre a forma como as políticas culturais contemplam as pessoas e os grupos mais vulneráveis na sociedade.

A entrada é sempre gratuita e os encontros acontecem nos diferentes espaços que integram o Circuito Liberdade.

 

0
0
0
s2smodern
powered by social2s